Localização

Rua São Vicente 25 - Fidalgo, Pedro Leopoldo - MG - CEP 33.600-000 (Unidade Fidalgo).

terça-feira, 2 de novembro de 2010

No Caminho dos Diamantes

Em 16/10 Abrigo Lapinha recebeu Fanny y Sergio de Santiago de Chile que ficaram conosco duas semanas.

Depois de alguns dias de descanço partimos rumo a Diamantina para aventurarnos no Caminho dos Diamantes. A viagem começou com visita na Gruta Rei do Mato. Já em Diamantina, caminhamos pelas estreitas ruas cheias de historia, e assistimos a famosa Vesperata. Que coisa linda!
No dia seguinte pegamos a Estrada Real com primeira parada em Curralinho, e pasamos dois dias na região da Gruta da Salitre. A descida até a ponte Acaba-Mundo foi impressionante e a subida na volta ainda mais! Mas o pitoresco visual e o banho no Rio Jequitinhonha valeram a pena!

A próxima parada, em poucos kms de distancia e horas na estrada de terra foi o maravilhoso São Gonçalo do Rio da Pedras. Adoramos a trilha até a cachoeira e o banho refrescante! Tanto que extendemos a estadía. O segundo dia foi dedicado ao artesanato em capim e tapeçaria, e, claro – visita na cachoeira do Moinho próxima ao Milho Verde.


Paramos em Pedra Lisa para desfrutar do visual da rocha e nadar na cachoeira próxima a ela. Chegamos em Serro para degustar o famoso queijo artesanal e pretendiamos ir à cahoeira do Tabuleiro. Só que a tormenta que nos alcançou em Conceição do Mato Dentro foi medonha e nos fez voltar ao conforto do Abrigo Lapinha.

O próximo destino sería a Serra do Cipó...

A Gruta Rei do Mato
Fanny e Sergio na Gruta
Diamantina

Fanny em Curralinho
Sergio e Fanny dançando em Curralinho

Curralinho

Sergio conversando com o boi
A Gruta do Salitre

Não resistimos e fomos escalar...


Na Estancia do Salitre
....Na Estrada Real....



Em Curralinho

São Gonçalo do Rio das Pedras


São Gonçalo do Rio das Pedras

A Cachoeira do Moinho, proxima ao Milho Verde

Serro

Um comentário:

  1. Такава топлина лъха от тези снимки.И градът създава усещането че времето е спряло някъде из уличките или на някое прозорче наднича навън и си казва че няма нужда да тече и е по-добре да запази спокойствието.
    Hay tanto calor en las fotos.La ciudad da la impresión que el tiempo se ha detenido en la callecitas o mira desde una ventanita y se dice a si mismo que no vale la pena correr y mejor conservar la tranquilidad de la tarde.
    Mira

    ResponderExcluir