Localização

Rua São Vicente 25 - Fidalgo, Pedro Leopoldo - MG - CEP 33.600-000 (Unidade Fidalgo).

quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

O assassinato do Rio Doce abre o Festival de Cultura Regional de Lagoa Santa

Este ano o festival é diferente. O boi, também. Na quinta-feira, na praça principal da Lagoa Santa, a apertura foi dada com o Boi da Morte, dançarinos em trapos e lama, em uma expressão forte contra o assassinato do Rio Doce que aconteceu no Brasil no mês de novembro. Logo o boi renasceu para se converter no Boi da Manta, com os cantos e danças que vem das tradições seculares. Lapinha estava lá, a traves do Leandro, Petya, Dêdé, Sabrina, Juliana, Erika e os meninos da ACEL – Fabrício (Tizumbinha), Rhaniel e Kelwin.
Este ano o festival não terá palcos gigantes nem shows de músicos famosos. Consistirá mais em “Uma Mostra Grátis” da cultura da região. É organizado por Gercino Alves, Artileu Bonfim e Lenysson Cunha (entre outros), sem recursos mas com a motivação do festival existir e com muita criatividade.
As atividades incluíram oficinas de vídeo, de grafiti, competição de MCs, shows com bandas locais, exposição de arte e fotografias. Na Lapinha teve oficina de tambor dada por Gercino Alves, no sábado.
Confiram as fotos oficiais do Festival.

Apertura do Festival. Foto: Petya Rasheva
Apertura do Festival. Foto: Petya Rasheva
Apertura do Festival. Foto: Petya Rasheva 
Apertura do Festival. Foto: Petya Rasheva
Apertura do Festival. Foto: Petya Rasheva
Apertura do Festival. Foto: Petya Rasheva 
Apertura do Festival. Foto: Petya Rasheva
Kelwin, Rhaniel e Fabricio (Tizumbinha) com o Prefeito de Lagoa Santa, Apertura do Festival. Foto: Petya Rasheva


Nenhum comentário:

Postar um comentário